terça-feira, 31 de julho de 2012

7

Especial 50 tons - Resenha: Cinquenta Tons de Cinza

7 comentários

*Atenção Cinquenta tons de cinza é um livro para adultos, e seu conteúdo não é apropriado para menores de idade, e também para quem não curte livros eróticos sensuais.

banner post-1 em courier new

Livro: Cinquenta Tons de Cinza

Autora: E.L. James

Editora: Intrínseca

Nota: 4 estrelas

Livro não recomendado para menores de 16 anos.

Quando a estudante de literatura, Anastacia Steele, é obrigada a entrevistar um jovem empreendedor de sucesso, Christian Grey, para a revista da sua faculdade, ela acaba achando ele atraente, enigmático e intimidante. Convencida de que ele não sente nada por ela, ela tenta tirar Grey da sua cabeça, até que ele acaba aparecendo do nada na loja de ferramentas que ela trabalha. Erótico, interessante e extremamente envolvente.

Tentei montar uma uma resenha satisfatória desse livro por mais de um mês. Até o reli, porque simplesmente não conseguia transmitir os meus sentimentos e opiniões sobre ele.

Enquanto li, fui trocando figurinha com a Natália Rivero (@natirivero) que também estava lendo, e apesar de termos trocado vários e-mails sobre os acontecimentos, acredito que até neles fui contraditória em vários pontos. Por isso, me perdoem se eu fizer a mesma coisa aqui.

Resolvi ler o livro, por causa do buzz que rolou lá fora. Se você procurar pela internet, encontrará várias determinações para esse livro. Polêmico e erótico, acho que na maioria dos lugares.

É complicado definir esse livro em uma palavra, mas posso entender porque as pessoas o enquadraram nas definições acima.

Fifity Shades não é um livro para adolescentes, não só porque têm várias VÁRIAS cenas de sexo, mas porque traz uma situação muito conturbada, e odiaria pensar que a compreensão errada de algum ponto desse livro, possa levar alguém muito despreparada, há um relacionamento doentio.

Portanto, sem ser a chata, mas se você é adolescente, fique longe. Como se fosse adiantar, mas dei o meu recado.

A minha primeira impressão da Ana, ou Anastacia, era que ela era, facilmente manipulada. Entretanto, tenho que admitir que pelo jeito que descrevem Christian no livro, eu também não resistiria.

E mesmo sendo um pouco fraca aos comandos de Grey, em vários momentos ela demonstra que sabe falar não.

Como o romance se desenrola em vários níveis de acordo com o desenvolvimento do livro, temos a sensação de que ela se entrega totalmente aos caprichos dele ( vocês vão entender), só que isso acontece aos poucos, lentamente, e podemos perceber claramente em diversas partes do livro, que ela realmente está ponderando toda a situação que está entrando.

Em algumas partes, ela fala que se sente como Ícaro voando muito perto do Sol, e que ela sabe que vai acabar machucada.

É quase um alívio, a sentir dando esse passo para trás, se ‘negando’ em partes a entrar em um mundo desconhecido. Mesmo que o porteiro desse mundo seja um homem tão lindo.

Lógico que é muito diferente ela pensando desse jeito longe dele, e tentando lembrar as suas razões quando ele se inclina para beijá-la. *Suspira* hahahhahaa

Mas vamos falar do causador de tudo: Christian Grey, lindo de morrer e mais rico que o Tio Patinhas.

Christian é possessivo, mandão e... totalmente irresistível. Mas o charme dele no livro ( pelo menos pra mim!), não reside em ele ser assim. Mas sim, porque ele sabe o que quer, e vai atrás disso. ( Ok, no caso dele é um pouco doentio, porém vamos dar um mérito para o rapaz.)

A escrita do livro não é magnífica, mas nada que impeça a leitura. Os capítulos fluem muito bem, apesar de ter uma enrolada no meio de campo, mas nada que tire a graça do livro. Muito pelo contrário, nessa enrolada, tem várias cenas ótimas.

Sim, há muitas cenas de sexo nesse livro. MUITAS.

Porém, são todas com um sentido para a estória.

E claro que por causa do tema, eu realmente achei que teria várias cenas de BSDM ( eu não vou explicar o que é isso aqui!), com coisas estranhas e tal, mas até que não.

Há um pouco, mas não em um nível que poderia chocar a sociedade atual.

Se for para comparar, já li livros muito piores nesse aspecto.

Acredito que quem não tem muito costume de ler livros com essa temática (Romances Históricos e afins), pode achar um pouco chocante. Se for o seu caso, vá de cabeça aberta para o que vai encontrar.

Por isso que ao pensar nesse livro como um todo, fico confusa, mesmo após ter lido 2 vezes.

A relação de Ana e Christian é complicada.

É perigosa e irresistível ao mesmo tempo.

Fica tão difícil falar sobre a minha opinião desse livro. Porque mesmo com os todos os elementos dispostos em cima da mesa, ainda é extremamente complicado avaliar o ‘relacionamento’ dos dois ou definir qual seria a minha reação.

É claro que o que ele sugere para ela, é além da minha compreensão. Mas seria eu também capaz de me afastar? Será que teria coragem de simplesmente por um ponto final e tocar a minha vida?

O máximo que posso afirmar, é que realmente gostei, e que recomendo para todas as minhas amigas, conhecidas, inimigas e estranhas. =D

O livro termina em um momento super reviravolta, com um ótimo gás para o próximo livro da série, Cinquenta Tons Escuros, mas isso é papo para uma próxima resenha.

Ordens do Mr. Grey.

Laters Baby =)

Fanny Ladeira

 

A britânica Erika Leonard James tem 49 anos, é casada a vinte anos com o autor Niall Leonard. Ela de nada lembra as cenas pretensiosas de sexo que escreveu em seu livro, na verdade ela não só parece ser bem tímida, com me lembra um tia carinhosa que fica em casa cuidando dos filhos e fazendo comidinha gostosa (sem preconceito). Leia Mais!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

1

Especial 50 Tons de cinza: A moda 50 Tons

1 comentários

*Atenção Cinquenta tons de cinza é um livro para adultos, e seu conteúdo não é apropriado para menores de idade, e também para quem não curte livros eróticos sensuais.

O escritor francês, Gustave Flaubet, uma vez falou que, "O sucesso deve ser uma consequência e não um objetivo."

Todo o reboliço que o sucesso desse livro está causando, pode ser visto em vários lugares. As listas dos mais vendidos não nos deixa mentir.

Dominant: The erotic novel Fifty Shades Of Grey has sparked a boom in sex toy and sex accessory sales. In particular, women are purchasing rope just as the book's lead female character does

Porém, o sucesso foi tão grande que a estória e elementos do livro estão pulando da estória para encontrar com as fãs e curiosos.

Como uma administradora, eu vejo esse sucesso como uma demanda que deve ser atendida, e quando o empresário tem visão do que, e como lidar com um determinado produto, ele pode alavancar a marca e claro, o produto oferecido.

Veja por exemplo, o caso nacional do Patati- Patatá. O que tem de produto oferecido com a cara desses palhaços não acaba! Bonecos, roupas, pirulitos, roupa de cama e etc. Acho que só não vi produtos eróticos dos caras, porque simplesmente seria demais!

Já Cinquenta tons não tem nem essa limitação! Com o livro só não rolava lançar um livro de colorir infantil, mas quanto ao resto, está tudo liberado!

E pelo tema do livro, as lojas de matérias eróticos estão vendo as suas vendas aumentarem cada vez mais. A loja  Babeland, localizada em New York, viu suas vendas aumentarem em 31%, e os acessos ao site da empresa aumentarem em 80%.

A procura é tanto que eles montaram uma categoria especial para os produtos usados na série. Veja Aqui

DON'T KNOCK IT TIL' YOU TIE IT:  City hardware stores are seeing a rush of women coming in to buy up soft rope - the kind used for S&M play in the hit Já na Inglaterra, a notícia é que as vendas da 'Love Balls' aumentarem em 400%.

E não pense que as compras estão limitadas somente aos Sex Shops. As lojas de material de construção também estão vendo o aumento da procura por cordas, e a venda é feita diretamente para as mulheres, que procuram um material mais macio.

Ainda no clima para ajudar as pessoas a se envolverem com a estória, vários hotéis estão oferecendo os pacotes 'Fifty Shades', que variam de hotel para hotel, mas a maioria inclui uma limusine, jantares com o Bollinger Rosé e alguns até mesmo uma passeio de helicóptero. Os preços variam de U$ 1.669,00 até U$ 2750,00.

Talvez o mais interessante, pela questão emocional seria o pacote oferecido pelo Heathman Hotel de Portland, que é o mesmo hotel do livro!

Sorry, ladies. You'll have to bring your own Christian Grey to Portland's Heathman Hotel.

E na lista do NYT...

Outro ramo que está, e irá aproveitar muito da fama http://ww1.prweb.com/prfiles/2012/06/09/9590840/BaredToYou_cover_hires.jpgda estória de Ana e Christian, é o dos livros adultos. Iremos falar com mais detalhes nos próximos posts, mas na lista do New York Times, um outro livro despontando e impulsionado pela procura.

Bared to You, livro de Sylvia Day, mostra a relação de duas pessoas perturbadas, vivendo uma relação obsessiva. Pela capa e sinopse o livro parece ser bem interessante, e já botei na minha lista!

Além disso tudo, ainda podemos ver Cinquenta Tons por todos os lados, mostrando que a moda veio para ficar!

 

Quando Erica escreveu o livro, tenho certeza que ela não imaginava que seria tudo isso. Talvez esperasse que fosse um sucesso, mas não que começasse essa pequena revolução.

Nesse caso o sucesso foi uma consequência, e talvez James tivesse a cabeça melhor que do que qualquer empresário e criou o produto certo para um público sedento. Ou talvez ela seja apenas uma mulher que resolveu criar uma estória que tocasse nela, e assim consequentemente, criou uma para todas.

Laters Baby!

Fanny Ladeira

0

Especial Cinquenta Tons

0 comentários
  *Atenção Cinquenta tons de cinza é um livro para adultos, e seu conteúdo não é apropriado para menores de idade, e também para quem não curte livros eróticos sensuais.




Tem tanta coisa legal acontecendo aqui, e no blog Divangando Sobre a Realidade, que pode ficar um pouco complicado acompanhar tudo. 

Mas não se preocupe, aqui você pode ter fácil acesso a todas as postagens:


O Especial




A listagem será atualizada diáriamente.

Fiquem ligados!

Laters Baby!



sábado, 28 de julho de 2012

1

Especial Cinquenta Tons: Os números do fenômeno

1 comentários
  *Atenção Cinquenta tons de cinza é um livro para adultos, e seu conteúdo não é apropriado para menores de idade, e também para quem não curte livros eróticos sensuais.




"...e que nada nem ninguém é mais importante do que nós próprios. 
E não devemos negar-nos nenhum prazer, nenhuma experiência, nenhuma satisfação, desculpando-nos com a moral, a religião ou os costumes." 
Marquês de Sade (1740-1814)

Cada vez que um livro (ou uma série literária) faz muito sucesso, é muito bom!

Diferentemente de ramos como por exemplo, a música POP, o universo do livro, não ganha grandes proporções para o público geral, ou seja, o público afastado ou que não se importa muito.

Nos últimos 5 anos, surgiram várias cantoras de POP, e mesmo não gostando aposto que você reconhece nomes como Lady Gaga, Katy Perry, Rihanna e Kesha.

Já no universo literário, podemos tirar a mesma quantidade de fenômenos literários, só que teríamos que ampliar o tempo, e considerar dos últimos 10 anos: Harry Potter, O Código Da Vinci, Crepúsculo e querendo ganhar assas, Cinquenta Tons de Cinza.

Claro que há alguns livros que tiveram uma 'mini conquista' como Jogos Vorazes, e em um âmbito mais nacional, os livros do Nicholas Sparks, mas ainda é pouco.

E porque eu delego Cinquenta Tons de Cinza, na mesma categoria que livros tão conhecidos como O Código Da Vinci e Crepúsculo? Porque será o seu lugar. 






Apesar, de não ter o histórico para embasar a minha afirmação, os número atuais da trilogia de BDSM, não mentem.

O primeiro livro da trilogia foi lançado em 2011, mas o buzz ao redor do livro começou quando o 3° livro, Cinquenta Tons de Liberdade ( que será lançado por aqui em novembro), começou o seu marketing de lançamento em março desse ano.

Apesar de ter ganhado as páginas de várias revistas e jornais importantes, como o New York Times, acredito que o sucesso da série se dê em grande parte ao boca-a-boca, e as incontáveis indicações.

Dá vontade de recomendar até para a vizinha de 80 anos, de repente você tem a impressão de que esse livro será a solução de todos os relacionamentos do mundo. HA!

O livro já foi vendido para mais de 31 países, e atingiu a incrível marca de 31 milhões de cópias nos países de língua inglesa, na penultima semana do mês de julho.

Um grande marco para um livro que tem a sua limitação.

Esse é um livro voltado para um público especifico. Apesar de você querer gostar e querer recomendar para todas as suas amigas, tenho certeza que não irá entregar esse livro na mão de uma criança ou pré-adolescente, como Harry Potter.

Mas essa limitação, é a chama que atinge o mesmo público que faz as vendas de cosméticos sempre estarem altas, que decide o que comprar em casa, e que depois de todas as revoluções, saiu e foi trabalhar para ganhar o seu dinheiro: As mulheres.
 O sucesso atingindo, é mostrado pelos diversos recordes quebrados.

Na Austrália, a trilogia vendeu 1,2 cópias desde que o primeiro livro foi lançado, em abril desse ano. Ela foi a escritora mais rápida a atingir a marca de 1 milhão de livros vendidos, desde que a medição começou em 2003.

Na semana do dia 13 de julho, ela superou a marca de 169.000 cópias vendidas em uma semana, superando a marca anterior que pertencia ao livro O Símbolo Perdido de Dan Brown, que vendeu 127.000 de cópias em 2009

Os únicos livros que passam dessa marca na Austrália são os 3 últimos da Série Harry Potter (por razões óbvias), mas como a medição na terra dos cangurus para livros infantis e adultos são separados, E.L. James, agora detém o recorde para os livros adultos.
Por lá, livros são publicados pela Random House Books, e permanecem como os mais vendidos da editora.






Já na Inglaterra, o livro foi a publicação mais rápida a atingir a marca de 1 milhão de cópias vendidas de edições em Paperback. Demorou 11 semanas, sendo que o recorde anterior era de 25 semanas, de O Código Da Vinci.

Ainda na terra da Rainha, ele também bateu a marca de mais cópias vendidas dentro de uma semana, com 397.889 mil unidades vendidas em 7 dias.

E o que dizer das vendas, na loja online mais conhecida e confiável do mundo, a Amazon?
Os livros estão na lista dos mais vendidos desde meados de março, quando o 3° livro estava prestes a sair e todo o buzz começou.

Ocupando as 4 primeiras posições do ranking, com o box com os três livros, e cada um separadamente.

E os números dos Estados Unidos acompanham os da sua loja online. Por lá, os livros superaram a marca de 20 milhões de cópias vendidas, entre E-book e Copia física.

Mostra disso, são 3 livros da série na lista dos mais vendidos do New York Times, nas três primeiras posições.

Fifty Shades of Grey e Darker estão na lista há mais de 20 semanas, enquanto Freed está há 19 semanas, sendo que o último já estreou sentindo o gostinho de estar na lista mas importante e vista de todo o mundo.
No Brasil, dizem que houve uma grande disputa entre as mais importantes editoras do país, e a Intrínseca lançou a primeira edição com 200 mil cópias.

Pode ser 'Pôrno para mamães' como New York Times definiu, mas baseado nos números, as mamães (e outras mulheres) estão querem mais, muito mais.

Laters Baby!

Fanny Ladeira

Fonte:

//www.heraldsun.com.au/news/national/australian-readers-embracing-author-el-jamess-fifty-shades-of-erotica/story-fndo45r1-1226430374248
http://www.randomhouse.com.au/
http://www.amazon.com/gp/bestsellers/books/ref=sv_b_3
http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/news/article4380443.ece
http://www.nytimes.com/pages/books/index.html
http://www.thesun.co.uk/sol/homepage/woman/article4429996.ece
1

Especial Cinquenta Tons: Curiosidades de Cinquenta Tons de Cinza

1 comentários

 *Atenção Cinquenta tons de cinza é um livro para adultos, e seu conteúdo não é apropriado para menores de idade, e também para quem não curte livros eróticos sensuais.




Confira todas as postagens do Especial Cinquenta Tons 


 Todo livro tem as suas particularidades, e Cinqüenta Tons de Cinza não ficou de fora.
Veja algumas das curiosidades que separamos:

Nota: As contagens e observações foram feitas na edição de Fifty Shades of Grey da Editora Vintage, e portanto, algumas coisas vão apresentar diferença da versão publicada pela Editora Intrínseca.

O Casal

Anastacia e Christian se conhecem após sete páginas, ainda no primeiro capítulo.  


 
Demora 78 páginas para o primeiro beijo acontecer.







Ao longo do livro, 127 e-mails são trocados entre Ana e Christian.


 Em cinqüenta Tons de Cinza eles transam 16 vezes (DEZESSEIS VEZES!!), sendo que 15 vezes são descritas totalmente pela autora.
.

A primeira vez do casal acontece no capítulo 8, exatamente na página 116

 
Já no setor orgasmos há um empate técnico:
                    Ana e Christian tiveram cada um, 18 orgasmos.

  

Christian

Christian usa a palavra ‘Baby30 vezes.
  
Sendo que duas vezes a palavra é completada para formar uma das frases mais marcantes dos livros
 ‘Laters Baby’


Já  ‘Fuck’ é utilizado 16 vezes, por diversas razões, em diversas ocasiões.

Ana

A palavra ‘Crap’ é pensada 26 vezes por Ana.

Mas quem a rouba cena são as expressões ‘Holy Crap’ ‘Holy Moses’ ‘Holy Shit’, e suas variáveis. Somando todas as expressões com Holly ... a mesma foi utilizada 201 vezes durante o livro.

201 vezes!

...Holy Crap! LOL

Eu queria revelar mais, porém a minha Inner Godness, me alertou que algumas coisas, vocês mesmos vão querer contar. 

Laters Baby!

Fanny Ladeira